🤥 Entre os muitos argumentos falsos em defesa das privatizações, está o que diz que o Brasil “está quebrado” e que as privatizações resolveriam nossa dívida pública.

👀 Não é verdade: isso só aconteceria caso não houvesse mais condições de seguir honrando as dívidas, o que não é o caso.

💰 A maioria da dívida brasileira é em moeda nacional e não depende de capitais estrangeiros para ser paga. A proporção da dívida brasileira em relação ao PIB era de 89,3% em 2020 – nos Estados Unidos o índice é de 102%, no Japão 269,62%, na França 116,35% e no Canadá 109,72%.

👉 No auge das privatizações do governo de Fernando Henrique Cardoso, elas não influíram no desequilíbrio fiscal: geraram receita de cerca de 3% do PIB e as dívidas permaneceram elevadas, sem nunca ocorrerem auditorias para saber se seu valor é real.

🤑 Priorizar o pagamento da dívida pública só interessa ao mercado financeiro, que tem pressa em colher os frutos do sistema de dívida criado e mantido por ele mesmo.

😰 Se a privatização gera algum recurso imediato, no médio e longo prazo os resultados são desastrosos para o país.

#Petrobras #PetrobrasFica #OPetróleoÉNosso #DefendaAPetrobras