⚠ Atenção: privatizar as refinarias da Petrobras não vai baixar o preço dos combustíveis, nem gerar mais concorrência (estudos mostram que isso criaria monopólios privados regionais).

Em 2017, o governo Temer estabeleceu uma nova política de preços para a estatal, que é alterada de acordo com a precificação do mercado internacional de petróleo.

😥 Isso faz com que toda variação de preço que acontece lá fora encareça os preços daqui.

🤷 Por exemplo: se países produtores de petróleo entrarem em conflito, nós pagaremos mais caro no combustível, mesmo que não estejamos envolvidos na briga.

Como o governo Bolsonaro manteve a política de precificação de Temer, nós continuamos sofrendo com os reajustes que acontecem no mercado internacional.

Entendeu? Antes, a Petrobras agia para segurar os aumentos nos preços. Agora, não é ela que determina e encarece o nosso combustível (o preço que sai das refinarias é um dos fatores que menos impacta no valor final).

❗ Ou seja, privatizá-la não vai ajudar a reduzir os preços.

🤑 Pelo contrário: seu novo dono vai querer manter seu lucro, e vai subir ainda mais os preços para conseguir isso.

Vender a estatal também não abrirá mais concorrência.

✊ Pagar menos no combustível é um desejo de todos nós. Mas, isso só acontecerá se a Petrobras continuar estatal e voltar a regular os preços do mercado.

 

Compartilhe o post
Instagram  | Facebook