Os riscos ambientais são problemas com os quais a atividade petrolífera costuma conviver. A Petrobras conhece muito bem o perigo e os estragos que o setor pode causar ao meio ambiente. Por ser uma empresa estatal, tem o compromisso de trabalhar para reduzir os impactos e buscar a sustentabilidade em suas atividades.

Desta maneira, a companhia passou a investir cada vez mais em pesquisas, avanços e tecnologias que garantam a segurança ambiental. Neste texto, você irá conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Petrobras nesse âmbito. Siga a leitura!

 

Diretrizes em Segurança, Saúde e Meio Ambiente (SMS)

Na Petrobras, esses são três temas interligados. Trabalhar com segurança envolve tanto a proteção do meio ambiente como a saúde dos profissionais que nela atuam.

Para tanto, a companhia se compromete a prevenir e reduzir possíveis impactos ambientais de seus produtos e projetos, bem como diminuir a exposição de seus funcionários aos perigos da atividade. Tudo isso com base em 15 diretrizes:

  1. Liderança e Responsabilidade;
  2. Conformidade Legal;
  3. Avaliação e Gestão de Riscos;
  4. Novos Empreendimentos;
  5. Operação e Manutenção;
  6. Gestão de Mudanças;
  7. Aquisição de Bens e Serviços;
  8. Capacitação, Educação e Conscientização;
  9. Gestão de Informações;
  10. Comunicação;
  11. Contingência;
  12. Relacionamento com a Comunidade;
  13. Análise de Acidentes e Incidentes;
  14. Gestão de Produtos;
  15. Processo de Melhoria Contínua.

 

Metas e Políticas

Além das políticas de SMS, a Petrobras conta com planos de ação que geram benefícios ao clima, como boas práticas, pesquisas e desenvolvimento de combustíveis renováveis, que emitem menos gases poluentes.

A companhia desenvolve medidas de uso correto e reuso de água, além da proteção da biodiversidade por meio de patrocínios a projetos como o Tamar e muitos outros. A Petrobras também trabalha com a adoção de padrões de segurança operacional e a implantação de processos rígidos de licenciamento ambiental.

De acordo com seu Plano de Negócios e Gestão (PNG) 2019-2023, a Petrobras se compromete com o crescimento zero nas emissões de poluentes.

 

Ações de limpeza no litoral brasileiro

Em setembro de 2019, um vazamento de óleo de origem suspeita atingiu praias do Nordeste brasileiro e do Espírito Santo.

Apesar de não ter qualquer relação com o derramamento, a Petrobras realizou operações de limpeza e os números obtidos dois meses depois foram impressionantes:

  • 501 toneladas coletadas;
  • 163 pessoas mobilizadas
  • 228 pessoas capacitadas;
  • Seis embarcações disponíveis;
  • 34 sobrevoos realizados.

Entregar a Petrobras aos interesses das elites econômicas é desfazer de todo esse legado na promoção da sustentabilidade.

Para que a Petrobras continue protegendo o meio ambiente, ela não pode ser privatizada.

 

Compartilhe o post
Instagram  | Facebook