? O Brasil é o 7º maior consumidor de derivados petrolíferos no mundo, e a Petrobras produz cada vez mais petróleo.

Porém, o refino no país está cada vez menor

➡ Em 2018, a estatal produziu 2,63 milhões de barris petróleo por dia. E 3 milhões em 2019!

➡ Mas, nos dois anos, suas refinarias produziram o mesmo volume diário de derivados: 1,78 milhão de barris. Podendo refinar 2,4 milhões de barris diários, apenas 74% foi utilizado.

? Em Minas Gerais, a Refinaria Gabriel Passos (Regap) operou a 83% da capacidade (138 mil barris por dia), em

2019. Bem diferente do passado: em 2013, quando a taxa de utilização nacional era de 98%, sua produção diária já chegou a 95%.

☠️ A decisão do Governo Federal de reduzir o refino nacional, e aumentar a importação de derivados a alto custo, está enfraquecendo a economia do país, deixando o Brasil cada vez mais dependente do mercado internacional de combustíveis.

? As refinarias podem trabalhar pelo desenvolvimento do Brasil e aumentar o valor agregado de nossos processos industriais:

em 2018, o segmento de Refino, Transporte e Comercialização (RTC) garantiu 31% do lucro líquido da estatal (R$8,25 bilhões), e 77% de seu faturamento total.

?? Temos alta produtividade. Temos refinarias extremamente lucrativas. E temos uma estatal para o Brasil voltar a crescer. Falta o governo colocar os interesses da nação em primeiro lugar. ✊

 

Compartilhe o post
Instagram  | Facebook